Info sobre Estética Humana

Rejuvenescimento Facial

    HOME
  A Clínica
  Médicos
  Agendamento
  Hospitais
  Email
  Aesthetic News
  Search
estética corporal
Estética Facial
Rejuvenescimento Facial Light
Outras técnicas
 
 
Medicamentos tópicos

Envelhecimento Facial

a-O que é Envelhecimento Facial

A pele é formada por duas camadas principais,  a epiderme e a derme. A Epiderme é subdividida em 5 camadas muito finas: os Extratos Corneum, Lucidun, Granulosum, Spinosum e Basal. E  a Derme em 2 camadas mais espessas: Papilar e Reticular. Entre as duas camadas, fica a membrana basal , responsável pela regeneração da pele. A membrana basal se continua  pelos anexos da pele, como os  folículos pilosos  e glândulas  é esta membrana basal a responsável pela regeneração da pele após os  peeling mais profundos. Sob a pele fica uma camada de tecido gorduroso, os músculos e a camada óssea. Tudo entremeado por vasos, nervos e tendões, e os órgãos dos sentidos. A harmonia de todos estes complexos tecidos, é que conferem a juventude e a beleza facial.

Envelhecer é um processo dinâmico. Enquanto envelhecemos muitas mudanças ocorrem em nossa pele. Estas mudanças são provocadas não só pelo inevitável fato  de ficarmos mais velhos, mas também por fatores externos que aceleram o processo. Se não podemos evitar o avanço dos anos, pelo menos podemos agir sobre alguns destes fatores externos.

O  Processo de Envelhecimento da Pele

·                    A Ação do Tempo

·                    Os Fatores genéticos

·                    A Ação do Sol

·                    Os Outros fatores para o envelhecimento

b-A Ação do Tempo

Todos sabemos que o  tempo age sobre o envelhecimento da pele. A teoria mais aceita é que ocorre uma progressiva queda dos tecidos por ação da gravidade, mas evidências mais recentes mostram que ocorre uma remodelação dos tecidos mais profundos, que desaparecem de alguns lugares e surgem em outros, e nesse processo , a modificação dos depósitos de  gorduras da face tem um papel importante. A isso é associado o dano actínico, ( a ação do sol e da luz).

 Aos 30 anos

 Aos 30 anos de idade, uma certa flacidez da pele já é percebida. Se houver predisposição genética, e exposição ambiental, mesmo uma mulher aos 30 anos já pode apresentar envelhecimento facial , o que coincide com a queda dos hormônios estrogênicos que começa a ocorrer na terceira década.  Principalmente se esta mulher se expôs ao tabaco e não se protegeu do sol durante sua juventude.   A derme começa a perder colágeno e elastina , e os primeiros sinais de envelhecimento podem estar presentes. De uma maneira geral, peles mais claras ,  finas e secas  tendem a apresentar rugosidade e aspereza , enquanto as peles mais escuras ,  espessas e oleosas,   tendem a apresentar flacidez. A pálpebra se torna flácida, se notando uma dobra que vai progressivamente aumentando e começa a se observar o aprofundamento do sulco nasolabial, que vai da o nariz ao canto da boca. A formação de uma saculação na região lateral da mandíbula também é notada.

Aos 40 anos

 Na segunda metade da quarta década da vida, a renovação celular se torna mais lenta. A epiderme se torna mais frouxa, e rugas e sulcos começam a surgir, perpendiculares as linhas de ação muscular. São as chamadas “rugas de expressão” . Mudanças de peso, as gestações, a gravidade,  vão modificando a forma dos depósitos de gordura mais profundos, e parece haver mesmo uma tendência a modificar o local de depósito das gorduras faciais com o correr do tempo. Ao redor da 40 anos, surgem rugas na testa e os pés de galinha, e a perda de definição da mandíbula começam a ocorrer. A mandíbula, bem marcada no jovem, começa a se confundir com o pescoço com o passar do tempo. Começa a ocorrer uma diminuição do tecido gorduroso que fica sob a pele e em alguns casos a sua deposição em outros locais.

Aos 40- 50  anos

Aos 50 anos o canto dos lábios começa a cair e também a ponta do nariz. Existe uma sensação de sobra de pele na face. Aos 60 anos, existe uma impressão de que os olhos diminuíram, provocada pela flacidez das pálpebras, a pele está mais fina, e a flacidez evidente.

Aos 60- 70  anos

Aos 70 anos , todas estas alterações estão mais evidentes, e uma progressiva diminuição dos tecidos mais profundos ocorre. Se a pele não foi cuidada, todo o processo de instala, quase não se observando pele normal. Rugas, dobras, sulcos, manchas e flacidez estarão presentes, se tornando o mais visível na face.

Alterações do Envelhecimento Facial Natural

                    Perda da Elasticidade

                    Perda do tônus muscular

                    Flacidez

                    Aspereza

                    Rugas

                   Sulcos

                    Manchas

Idade

Alterações

30

 Discreta flacidez da pele

  Flacidez de pálpebras     

 Início da evidência do sulco nasolabial

40

Rugas na Testa        

“Pés de Galinha”   

  Saculação infra mandibular - Jowls       

Perda do contorno da mandíbula

50

Aumento da flacidez

Aumento das rugas

Rugas labiais e perilabiais

Saculação mandibular e perda do contorno da mandíbula

Papada

Queda do canto da boca

Ruga infra-labial

Queda da ponta do nariz

Diminuição dos tecidos profundos

Diminuição da projeção malar (maçã do rosto) e acentuamento do sulco nasolabial

Fotoenvelhecimento

Manchas

60

Impressão de diminuição da abertura dos olhos pela flacidez palpebral

 Pele mais fina             

 Flacidez evidente        

   Manchas - fotoenvelhecimento

70

 Acentuação de todas as alterações

 

c-Os Fatores Genéticos

É sabido que algumas pessoas envelhecem mais e outras demoram mais a envelhecer,  uma ação genética, ou seja predisposição familiar , parece agir também sobre o processo . Alguns fatores genéticos protetores são bem conhecidos , por exemplo a cor da pele ou a espessura da pele,  mas parece haver também uma predisposição genética a envelhecer mais ou menos rapidamente. Assim é que alguns envelhecem mais rapidamente e outros mais vagarosamente.

d-A Ação do Sol

Mas o  mais importante fator externo responsável pelo envelhecimento da pele é de longe a luz do sol. Para esta ação se criou o termo Fotoenvelhecimento. Fotoenvelhecimento, portanto, é o envelhecimento da pele provocada pela exposição à luz e a luz do sol ao longo da vida. É possível constatarmos os efeitos da luz do sol no envelhecimento da pele, quando observamos, em mulheres que tomaram muito sol, a pele da região do colo  que é mais exposta  e comparamos com a pele da região dos seios que é mais protegida. A região do colo tem um aspecto muito mais rugoso, manchado e com presença de rugas e pregueamento do que a região do seio que foi protegida pelas roupas. Fica muito claro que a ação da luz do sol ao longo do tempo, provoca o aparecimento de alterações na intimidade da  pele, que aceleram o envelhecimento.

A radiação ultra-violeta, que é parte da luz do sol, é a responsável pelo que chamamos de fotoenvelhecimento, que são as alterações na pele provocadas pela luz do sol. O ultra-violeta  de comprimento de onda curto, UVB, causa alterações na camada mais externa da pele,a epiderme e o UVA, ou ultravioleta de comprimento de onda mais longo, causa alterações as camadas mais profundas, a derme.

A Ação do Sol

                    Alterações da pigmentação : melanoses e queratoses actínicas

                    Degeneração das fibras elásticas e colágeno da derme

                    Acentuação importante do processo de envelhecimento  natural

                    Manchas hipercrômicas (escuras)

                    Manchas hipocrômicas (claras)

                    Rugas finas

                    Flacidez

                    Descoloração

                    Mudanças da textura (aspereza)

                    Afinamento

                    Desidratação

                    Vasos

e-Outros fatores para o envelhecimento

O hábito de fumar, a exposição às alterações climáticas, vento, poeira, etc também tem ação sobre o envelhecimento da pele. Pessoas que fumam têm mais rugas que pessoas que não fumam e a coloração da pele é mais amarelada. As alterações hormonais , decorrentes do próprio envelhecimento, os radicais livre e outras alterações do funcionamento químico do corpo contribuem para o processo.

 

Este site segue os princípios do código de conduta Web de medicina e saúde.A informação é oferecida com propósito de educação e informação, não necessáriamente são técnicas praticadas na Clínica Naturale. Não substitui opinião médica em atendimento formal. Se você tem qualquer problema de saúde, contacte seu médico ou profissional de saúde. O Objetivo do ato médico, como em toda a prática médica, constitui-se da obrigação de meio e não de fim ou resultado. Todas as informações e textos são produzidos por médicos da Clínica Naturale.Fotos são meramente ilustrativas.Direitos são reservados. A publicação e redistribuição de qualquer conteúdo é proibida sem prévio consentimento. copyright © 1998-2008 Clínica Naturale. last actualization: